28/11/12

I Festival Mais Educação anima Teatro Municipal

Cores, sons e muito movimento. Assim pode ser resumida a noite que marcou a primeira apresentação dos alunos do programa Mais Educação das escolas municipais de Jahu. O palco do Teatro Municipal Elza Munerato transformou-se em um grande picadeiro, com apresentações alegres de dança, música e esportes das oficinas do Mais Educação (veja fotos abaixo) das escolas EMEF Comendador José Maria de Almeida Prado (Jardim Nova Jaú), EMEF Profa. Maria de Magalhães Castro (Jardim Pedro Ometto), EMEF Prof. Jayme de Oliveira e Sousa (Jardim São José) e EMEF Vereador Ângelo Ronchesel (distrito de Potunduva), além das esquetes e apresentações do Instituto Circênico de Promoção Cultural e Artística, um grande parceiro do programa, para a satisfação do público que compareceu em massa ao local. 

Na oportunidade, o Secretário Municipal de Educação, Orivaldo Candarolla, agradeceu a presença da consultora técnica do Ministério da Educação (MEC), Lucenir de Andrade Pinheiro, que durante o I Encontro Regional do Mais Educação em Jahu, anunciou o nome de mais quatro escolas da Rede Municipal de Ensino a serem contempladas com o programa no ano que vem: EMEF Lúcia Sampaio Galvão (bairro Olaria), EMEF Profa. Helena de Castro Pirágine (Jardim Novo Horizonte); EMEF Prof. Antonio Waldomiro de Oliveira (Jardim Conde do Pinhal), e EMEF Prof. Mário Romeu Pelegrino (Jardim Orlando Ometto). Também no ano que vem, conforme já anunciado anteriormente, o programa terá início na EMEF Prof. Enéas Sampaio Souza (CAIC - Jardim Brasília).

O  Mais Educação é uma inciativa do governo federal, em parceria com Estados e Municípios, que aumenta a oferta educativa nas escolas públicas por meio de atividades optativas que foram agrupadas em macrocampos como acompanhamento pedagógico, meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos, cultura e artes, cultura digital, prevenção e promoção da saúde, educomunicação, educação científica e educação econômica que são oferecidas no contraturno escolar (escola em tempo integral).

O programa visa fomentar atividades para melhorar o ambiente escolar, tendo como base estudos desenvolvidos pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). Para o desenvolvimento de cada atividade, o governo federal repassa recursos às escolas para ressarcimento de monitores, materiais de consumo e de apoio segundo as atividades.

Para saber mais sobre o Mais Educação clique aqui.

Texto e imagens: Fernanda Élle

23/11/12

Educação sedia encontro regional do Programa Mais Educação

No próximo dia 26 de novembro a Secretaria Municipal de Educação promove o I Encontro Regional do Programa Mais Educação. O objetivo do evento é discutir sobre as dificuldades e avanços do programa, além de promover troca de experiências entre gestores, supervisores e coordenadores de escola da região.

De acordo com a coordenadora do Mais Educação em Jahu, Andréa Carrara, o encontro contará com a participação da consultora técnica do Programa Mais Educação no Ministério da Educação - MEC, Lucenir de Andrade Pinheiro, que fará palestra sobre o programa. "Uma vez que ficam a cargo da escola a escolha das atividades, a contratação de pessoal, o gerenciamento financeiro do programa, entre outras responsabilidades, esta será uma oportunidade muito importante para os profissionais que lidam com o Mais Educação poderem tirar suas dúvidas quanto ao encaminhamento dos trabalhos nas unidades escolares onde atuam", avalia a coordenadora.

Ela lembra que no dia seguinte (27), como culminância das atividades desenvolvidas ao longo do ano, será realizado o I Festival Mais Educação, com apresentações dos alunos das escolas municipais contempladas pelo programa (confira a programação abaixo). Atualmente quatro escolas de Ensino Fundamental da rede municipal de ensino participam do programa, oferecendo a possibilidade de ensino integral à comunidade. São elas: EMEF Comendador José Maria de Almeida Prado, no Jardim Nova Jaú; EMEF Profa. Maria de Magalhães Castro, no Jardim Pedro Ometto; EMEF Vereador Ângelo Ronchesel, no distrito de Potunduva; e EMEF Prof. Jayme de Oliveira e Sousa, no Jardim São José, num total de 600 alunos atendidos. Segundo o Secretário de Educação, Orivaldo Candarolla, a expectativa é de que no ano que vem a EMEF Prof. Enéas Sampaio Souza (CAIC) também passe a oferecer as atividades do Mais Educação no contraturno escolar. "Está tudo certo para que no ano que vem também a escola Prof. Enéas Sampaio Souza inicie as suas atividades do Mais Educação, atendendo 100 alunos em período integral. Esperamos que o MEC dê continuidade e amplie a oferta do programa, contemplando mais escolas e beneficiando mais comunidades", diz o Secretário.

O  Mais Educação é uma inciativa do governo federal, em parceria com Estados e Municípios, que aumenta a oferta educativa nas escolas públicas por meio de atividades optativas que foram agrupadas em macrocampos como acompanhamento pedagógico, meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos, cultura e artes, cultura digital, prevenção e promoção da saúde, educomunicação, educação científica e educação econômica que são oferecidas no contraturno escolar (escola em tempo integral).

O programa visa fomentar atividades para melhorar o ambiente escolar, tendo como base estudos desenvolvidos pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). Para o desenvolvimento de cada atividade, o governo federal repassa recursos às escolas para ressarcimento de monitores, materiais de consumo e de apoio segundo as atividades.

Para saber mais sobre o Mais Educação clique aqui.


I Encontro Regional do Mais Educação
Data: 26/11/2012
Horário: das 8h30min às 13h
Local: Auditório do Espaço Pedagógico Profa. Kátia Pascolat Domeniconi, Rua Quintino Bocaiúva, 532, Centro.
Público-alvo: gestores, coordenadores e supervisores dos municípios de Jahu, Bauru, Ribeirão Bonito, São Carlos, Botucatu, Porto Ferreira e Araraquara.

Programação:

  • Palestra com Lucenir de Andrade Pinheiro (MEC);
  • Apresentação do Programa Segundo Tempo;
  • Troca de experiências entre os municípios participantes.




I Festival Mais Educação de Jahu
Data: 27/11/2012
Horário: a partir das 19h
Local: Teatro Municipal Elza Munerato  - Avenida João Ferraz Neto, s/n°.

Público-alvo: pais de alunos, professores, funcionários das escolas municipais e público em geral.
Programação:

  • Recepção: fanfarra e exposições das oficinas de fotografia, artesanato, patchwork, reciclagem, horta, pintura e mosaico;
  • Abertura: apresentação do grupo Circênico (parceiro do programa); 
  • Apresentação de dança;
  • Apresentação de judô;
  • Apresentação de hip hop;
  • Apresentação do Programa Segundo Tempo;
  • Apresentação de capoeira;
  • Apresentação de ginástica rítmica;
  • Encerramento: canto/coral.


Texto e imagem: Fernanda Élle/SME - Jahu

22/11/12

III Mostra Pedagógica: escolas da rede municipal de ensino estarão abertas à visitação neste sábado, 24


Com o intuito de aproximar escola e comunidade, a Secretaria Municipal de Educação promove a terceira edição da Mostra Pedagógica Municipal de Jahu, com exposição de trabalhos e apresentações de alunos da Rede Municipal de Ensino.

Com o tema  Festival de Práticas e Saberes Construtivos , o evento, realizado em parceria com o Sistema de Ensino Pueri Domus – NAME Núcleo de Apoio a Municípios e Estados da Pearson Brasil, repetirá a bem-sucedida experiência ocorrida no ano passado, abrindo as portas das escolas municipais no próximo dia 24 de novembro, das 8h às 16h para a visitação da comunidade. Na primeira edição, em 2010, os trabalhos foram centralizados nas instalações do Aero Clube. A mudança foi adotada pela Secretaria para facilitar o acesso dos moradores às unidades escolares.

O Secretário de Educação, Orivaldo Candarolla, avalia que  “esta é uma excelente oportunidade para que os pais estreitem laços com seus filhos e também se envolvam mais com a escola, conhecendo melhor a estrutura da escola, o trabalho dos docentes e incentivando as atividades das quais as crianças participam”.


III Mostra Pedagógica Municipal de Jahu
Data: 24/11/2012
Horário: das 8h às 16h
Local: escolas municipais (veja lista abaixo)

Relação de escolas municipais
EMEFs (Ensino Fundamental - 1º ao 9º ano*)
Prof.ª Alvarina Bizarro Souza - Rua Romeu Serignolli, 345 - Jardim Sanzovo.
Prof. Antonio Waldomiro de Oliveira - Rua Luis de Roque, 77- Jardim Conde do Pinhal I.
Prof.ª Carlota Meira Marsíglio - Rua Tosseli de Callis, 115 - Jardim América.
Comendador José Maria de Almeida Prado - Rua Domingos de Callis, 70 - Jardim Nova Jaú.
Prof. Enéas Sampaio Souza (CAIC - 1.º ao 5º ano)- Avenida Gustavo Chiosi, s/n.º - Jd. Brasília.
Prof.ª Norma Botelho (CAIC - 6.º ao 9.º ano)- Avenida Gustavo Chiosi, s/n.º - Jd. Brasília.
Prof.ª Helena de Castro Pirágine - Rua Ricardo Pengo, 101 - Jardim Novo Horizonte.
Prof. Jayme de Oliveira e Sousa - Rua Inácio Almeida Prado Jr., s/n.º – Jardim São José.
Laudelino de Abreu - Rua Dom Pedro I, 49 - Vila Netinho.
Prof.ª Maria de Lourdes Camargo Mello - Avenida Nenê Galvão, 55 - Jardim Jorge Atalla.
Prof.ª Maria de Magalhães Castro - Avenida José Maria de Almeida Prado, 603 - Jardim Pedro Ometto .
Prof. Mário Romeu Pelegrino - Rua Zilah de Souza Gomes, 1300 - Jardim Orlando Ometto.
Dr. Pádua Salles - Rua Edgard Ferraz, 665 – Centro.
Vereador Ângelo Ronchesel - Rua Alice Apolônio Arroio, 95 - Distrito de Potunduva.
Caetano Perlatti - Rua Prudente de Morais, 1019 - Vila Nova.
Lúcia Sampaio Galvão - Rua Augusto Fúria, 55 - Olaria.
João Pacheco de Almeida Prado - Rua Antonio Antoniassi, s/nº - Pouso Alegre de Baixo.
Prof.ª Daltyra de Toledo Castro - Rua Sebastião Ribeiro De Barros, 131 - Vila Ribeiro

CMEIS (Educação Infantil - Jardim I e II)
Abel de Carvalho - Rua André Thisio Galvão, 60 - Vilaggio De Roma.
Adélio Brovéglio - Rua Humberto Fabris, 279 - Jardim Carolina.
Antonio de Souza Amaral  - Rua Visconde do Rio Branco, 273.
Barra Mansa - Bairro Barra Mansa.
Benedicto Alves Ferreira - Avenida Monsenhor Serra,s/n - Jardim Nova Jaú.
Dilce de Silos Mayriques - Praça Jorge Tibiriça - Centro.
Gemma Cardillo Ferrari - Rua Dom Pedro I, 68 - Vila Netinho.
Hilarinho Sanzovo - Prudente de Morais, 1019 - Vila Nova.
José Jéter Rafanelli - Rua Antonia Ribeiro de Barros Freitas, 15 – Vila XV.
Jayme de Oliveira e Sousa - Rua Inácio Almeida Prado Jr., s/n.º – Jardim São José.
Maria Elena de Lima Poloni - Rua Santo Antonio, 285 - D. Potunduva.
Maria de Lourdes Camargo Mello - Avenida Nenê Galvão, 55 - Jardim Jorge Atalla.
Martha Vianna de Oliveira - Rua Raphael Almeida Leite, 99 - Jardim América.
Merce Terezinha Santos - Rua Cesar Roque, 177 - Conde do Pinhal.
Narcisa Chesine Ometto - Avenida José Maria de Almeida Prado, 473 - Jardim Pedro Ometto.
Neli Nassif  - Rua Sampaio Bueno, 989 - Vila Nova Jaú.
Olaria  - (Antonio Yonta) Rua Augusto Fúria 195 e Antonio Yonta  e (Ângelo Dotto) Rua Angelo Dotto, 89, Bairro da Olaria.
Orlando Chesine Ometto - Rua Zila de Souza Gomes, 1300 - Orlando Ometto.
Paulo Brizola Tavares - Avenida Dudu Ferraz, s/n - Jardim Novo Horizonte.
Pedro Ometto  - Avenida Comendador José Maria de Almeida Prado, 603 - Jardim Pedro Ometto.
Pouso Alegre de Baixo - Centro Comunitário - Pouso Alegre de Baixo.
Romilda Leonor de Conti - Rua Joaquim Pires, 60 (Casa Paroquial Nª. Srª. Desterro) - Vila Maria.
Vila Ribeiro  - Rua Margarida de O.Ribeiro de Barros, 444 - Vila Ribeiro.
Yara Ribeiro de Araújo Brandão - Rua Olívio Stortti, 88 - Jardim São José.
Zita Sajovic Sabbagh  (CAIC)- Avenida Gustavo Chiosi, s/n.º - Jardim Brasília. 

CMEIS (Educação Infantil - Berçário e maternal -  Creche )
CAIC 15 de Agosto - Avenida Gustavo Chiosi, s/n° - Jardim Brasília.
Adinora Grisante Mott - Avenida José Maria de Almeida Prado, 563 - Jd. P. Ometto.
Augusto Ferracini - Alameda Lourenço Avelino, 2121 - Jardim João Ballan.
Fabiana D´Agostini Troiano - Avenida Dudu Ferraz , 2.560- Jardim Olímpia.
Iolanda Mazzei - Rua Angelo Maria Sangnetti, 445 - Jardim Nova Jaú.
Jandyra de Araújo Neves  - Av. Túllio Bertoldi, 44 - Jardim Carolina.
Maria Cândida de Oliveira Franceschi  - Rua São José, 340 - Distrito de Potunduva.
Maria de Lourdes dos Reis Ferreira Dias  - Rua Antônia Ribeiro de Barros Freitas, 15 - Vila XV.
Procópio de Lima  - Rua Margarida de O. Ribeiro de Barros, 444 - Vila Ribeiro.
Sandra Valéria Saggioro Campesi - Av. Primo Gazzolli, 99 - Jardim Maria Luiza IV.
Yara Ribeiro de Amorim Brandão - Rua Olívio Storti, 48 - Jardim São José.
Luzia Aparecida Barletta - Rua Visconde do Rio Branco, 157, Centro.
Azia Mendes Eleutério - Rua Ângelo Busnardo, 162, Jardim Maria Luiza II.

* Das 18 escolas de Ensino Fundamentamental apenas a EMEF Profa. Norma Botelho é responsável pela oferta de ensino à segunda etapa do Ensino Fundamental (do 6º ao 9º ano). As demais escolas de Ensino Fundamental trabalham com a primeira etapa de ensino (do 1º ao 5º ano).

Texto e imagem: Fernanda Élle/SME - Jahu.

14/11/12

Resultado de vestibular do curso de Pedagogia da UFSCar sai em 21/11

A coordenação do polo da Universidade Aberta do Brasil – UAB de Jahu pede aos vestibulandos que fiquem atentos às próximas etapas do  processo seletivo para ingresso no curso de Pedagogia a distância a ser oferecido pela UFSCar na instituição. De acordo com a coordenadora do polo da UAB, Sônia Maria Merchan Ferraz, a necessidade decorre do pouco tempo que os candidatos terão para providenciar a matrícula após a divulgação do resultado do vestibular, que acontece no dia 21 de novembro. “Logo após a divulgação, os classificados em primeira chamada terão apenas dois dias (22 e 23) para declarar interesse pela vaga pelo site da Fundação Vunesp. E depois, já no dia 24, terá que comparecer no polo, das 9h às 13h, impreterivelmente, para efetivar a sua matrícula, munido de toda a documentação pedida pela universidade”, explica a coordenadora. 

Em caso de não preenchimento das 50 vagas, a universidade convocará os candidatos da lista de espera em segunda, terceira e quarta chamada até que se complete o número de alunos previsto para a oferta do curso.

É importante ressaltar que no referido processo seletivo, conforme edital divulgado pela universidade, 40% das vagas são reservadas aos candidatos que tenham cursado o ensino médio integralmente em escolas da rede pública de ensino e, deste total, 35% são destinadas a candidatos que se autodeclararem como negros.

A aula inaugural, com presença obrigatória para confirmação de matrícula pelos anos, está marcada para acontecer ainda este ano, no dia 15 de dezembro. 

Veja abaixo o cronograma e os documentos necessários para a matrícula.

Cronograma Vestibular de Educação a distância da UFSCar

16/10/2012
Divulgação dos locais de provas / convocação para as provas exclusivamente pela internet no endereço eletrônico www.vunesp.com.br.
21/10/2012
das 8h às 12h
Prova de Conhecimentos Gerais
21/10/2012
das 14h às 16h
Prova de Redação
21/11/2012
Divulgação dos resultados e da lista geral de classificação por curso/polo.
Divulgação dos candidatos para matrícula em 1ª chamada.
22 e 23/11/2012
até às 17h do dia
23/11/2012
Manifestação de interesse pela vaga a ser efetuada por candidatos relacionados na lista geral de classificação por curso/polo, exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico www.vunesp.com.br.
24/11/2012
das 9 às 13h
Matrícula dos convocados em 1ª chamada, no respectivo polo de apoio
Presencial.
26/11/2012
Divulgação da lista de espera com a relação dos candidatos que manifestaram interesse pela vaga no período estabelecido neste calendário. A divulgação desta lista será feita exclusivamente pela internet no endereço eletrônico www.vunesp.com.br.
27/11/2012
Divulgação dos convocados para matrícula em 2ª chamada, de acordo com a lista de espera.
30/11/2012
das 14 às 21h
Matrícula dos convocados em 2ª chamada, no respectivo polo de apoio presencial.
04/12/2012
Divulgação dos convocados para matrícula em 3ª chamada, de acordo com a lista de espera.
07/12/2012
das 14 às 21h
Matrícula dos convocados em 3ª chamada, no respectivo polo de apoio presencial.
12/12/2012
Divulgação dos convocados para matrícula em 4ª chamada, de acordo com a lista de espera.
15/12/2012
das 9 às 13h
Matrícula dos convocados em 4ª chamada, no respectivo polo de apoio presencial.
15/12/2012 (sábado) das 9 às 13h
Confirmação PRESENCIAL OBRIGATÓRIA de matrícula.
Aula Inaugural no Polo de Apoio Presencial.


Documentos e procedimentos para matrícula

No ato da matrícula, os candidatos convocados deverão entregar obrigatoriamente os seguintes documentos:
I - uma foto 3x4 recente;
II - Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou equivalente (uma cópia);
III - Histórico Escolar completo do curso do Ensino Médio ou equivalente (uma cópia);
IV - Certidão de Nascimento ou Casamento (uma cópia);
V - Cédula de Identidade (uma cópia);
VI - Título de Eleitor, para brasileiros maiores de 18 anos (uma cópia);
VII - Certificado que comprove estar em dia com o Serviço Militar, para brasileiros maiores de 18 anos, do sexo masculino (uma cópia);
VIII - CPF - Cadastro de Pessoa Física próprio (uma cópia).
IX - Os candidatos que tiverem optado, no ato da inscrição, pelo Ingresso por Reserva de Vagas deverão entregar Histórico Escolar completo do curso do Ensino Médio ou equivalente realizado integralmente em estabelecimentos da rede pública de ensino, e assim caracterizado conforme cadastro do INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (uma cópia).
X - Os candidatos que tiverem optado no ato da inscrição pelo Ingresso por Reserva de Vagas para negros, ou seja, pretos ou pardos, deverão entregar, além do documento previsto no item anterior, uma autodeclaração de que é de cor preta ou parda, segundo modelo constante do Anexo IV do edital (disponível no site da Vunesp www.vunesp.com.br ).
XI - Os candidatos que tiverem optado no ato da inscrição pelo Ingresso por Reserva de Vagas para negros, ou seja, pretos ou pardos, deverão entregar, também, pelo menos um dos seguintes documentos, seu ou de seus ascendentes diretos – ou seja, seu pai ou sua mãe – em que conste raça/cor: registro de nascimento; certidão extraída do prontuário de identificação civil; prontuário de alistamento militar. Poderão, ainda, entregar certidão extraída de um dos seguintes documentos públicos: formulário da relação anual de informações sociais – RAIS; cadastro geral de empregados e desempregados – CAGED; cadastro dos beneficiários do programa bolsa família; formulário de adoção das varas da infância e adolescência do Estado de São Paulo; certidão de óbito do pai ou da mãe do candidato.
Os documentos, exceto a autodeclaração de que trata o item X, deverão ser apresentados em cópia autenticada em cartório ou em cópia simples, desde que acompanhadas do original.
Os candidatos que tenham realizado estudos equivalentes ao Ensino Médio, no todo ou em parte, no exterior, deverão apresentar parecer de equivalência de estudos fornecido pela Secretaria de Educação.
Os documentos em língua estrangeira deverão estar visados pela autoridade consular brasileira no país de origem e acompanhados da respectiva tradução oficial.
Os menores de 18 anos deverão apresentar os documentos mencionados nos itens VI e VII tão logo estejam de posse dos mesmos.
Nos termos da Lei nº 12.089 de 11/11/2009, é proibido uma mesma pessoa ocupar, na condição de estudante, simultaneamente, no curso de graduação, 2 (duas) vagas, no mesmo curso ou em cursos diferentes em uma ou mais de uma instituição pública de ensino superior em todo o território nacional.
A matrícula e a confirmação de matrícula poderão ser feitas por procuração particular outorgada especificamente para esse fim, com firma reconhecida em cartório.
A não apresentação dos referidos documentos resultará na perda do direito à vaga.

Outras informações podem ser obtidas na Fundação Vunesp pelo telefone (11) 3874-6300, das 8h às 20h, no Manual do Candidato, disponível no site da UFSCar (http://www.vestibular.ufscar.br) ou em contato com a Coordenadoria do Vestibular da UFSCar pelo telefone (16) 3351-8152 ou ainda com a coordenação do polo da UAB-Jahu pelo telefone (14) 3622-5838, das 18h às 22h.



Texto: Fernanda Élle 
Fonte: Sead/UFSCarImagem: Divulgação

29/10/12

UNIFESP divulga lista de 2ª chamada para matrícula no curso de Educação Ambiental nos dias 29 e 30/10

A Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP está convocando os candidatos aos curso de aperfeiçoamento em Educação Ambiental, modalidade a distância, que terá início no polo da Universidade Aberta do Brasil - UAB Jahu no mês de novembro. A lista se encontra disponível no portal de cursos a distância da universidade. Para acessar o documento diretamente clique aqui.

24/10/12

EJA: alunos têm aula sobre história de Jahu no cemitério


Os alunos da 3ª e da 4ª séries do 1º segmento do curso de Educação de Jovens e Adultos da EMEF Profa. Norma Botelho (Caic) participaram recentemente de um passeio inusitado: uma visita noturna ao cemitério Ana Rosa de Paula.
A atividade fez parte de projeto pedagógico "Nasceu Jahu" desenvolvido pela professora Erica Fernanda Molan Ferreira Rubo sobre o município. "Sabemos que cidade de Jahu possui uma diversidade de histórias míticas e verídicas. Através do passeio cultural foi possível conhecer um pouco mais dessas lendas e fatos", conta ela. 

Por meio do passeio, que contou com monitoria do estudioso sobre arte cemiterial Julio Polli, os alunos puderam conhecer um pouco mais das histórias das famílias tradicionais da cidade, os símbolos e esculturas religiosas, curiosidades e lendas que povoam o imaginário jauense, de modo a compreender melhor a própria história de Jahu.

Depois, em sala de aula, as fotografias feitas na visita ao cemitério foram apresentadas à classe, com os alunos a falar sobre o que aprenderam, sentiram e o que acharam mais importante no passeio. Logo após, foi realizado o registro das ideias apresentadas.






Texto: Fernanda Élle com informações da EMEF Profa. Norma Botelho
Imagens: EMEF Profa. Norma Botelho

23/10/12

ONG faz evento on-line sobre jornal escolar para educadores

A comunicação é fundamental para o envolvimento das famílias com a educação. O jornal escolar constitui uma alternativa eficaz, pois veicula uma visão mobilizadora, com base nas produções realizadas pelas crianças e adolescentes.

Participe da webconferência sobre este tema, que acontece hoje, a partir das 19 horas (veja abaixo). 

A organização educativa sem fins lucrativos Comunicação e Cultura (www.jornalescolar.org.br), que atua nesta área desde 1995, oferece apoio através dos seguintes recursos: 
  • Guias, sequências didáticas e planos de aula para a escola produzir o jornal junto com os alunos; 
  • Serviço de impressão a preço de custo; 
  • Aconselhamento para captação de patrocinadores e Certificado Amigo do Jornal para os mesmos. 

Nenhuma formalização é necessária para receber esse apoio. A escola pode utilizar alguns recursos oferecidos, outros não, a seu critério. 

Serão realizadas três webconferências nos dias e horários indicados abaixo. 

Membros de Comitês de Mobilização Social pela Educação e educadores interessados em produzir jornais escolares podem também solicitar informações pelo e-mail participe@jornalescolar.org.br.


Webconferência
Link (só abre no dia e hora indicado)
Terça, 23 de outubro, 19h
Quarta, 24 de outubro, 12:30h
Segunda, 29 de outubro, 8h

22/10/12

UNIFESP divulga lista de convocados para curso de Educação Ambiental

A coordenação do polo local da Universidade Aberta do Brasil – UAB, informa que já se encontra disponível a lista dos convocados para matrícula para o curso de aperfeiçoamento em Educação Ambiental, ofertado pela UNIFESP no polo da UAB - Jahu. Clique aqui para acessar a lista. 

Os candidatos selecionados na lista de primeira chamada deverão comparecer ao Polo da UAB – Jahu (Espaço Pedagógico Profa. Kátia Pascolat Domeniconi), situado à rua Quintino Bocaiúva, nº 532, nos dias 23, 24 e 25 de outubro, para efetuar a matrícula no curso, munidos dos seguintes documentos (original para conferência e cópia simples): 

a) Documento de identificação válido e com foto (Ex: Carteira de Identidade, Carteira de Registro Profissional, Carteira de Trabalho ou Passaporte); 
b) CPF – Cadastro de Pessoa Física; 
c) Comprovação de escolaridade (Diploma); 
d) Comprovante de vínculo como professor na Rede Pública (as vagas neste curso de aperfeiçoamento são prioritariamente destinadas a professores da Rede Pública, conforme informado no formulário preenchido por todos vocês. Desta forma, somente em caso de não preenchimento das vagas por professores é que elas poderão ser destinadas à comunidade em geral). 


Obs.: 1) O convocado que não efetuar a matrícula dentro do prazo estipulado nesta convocação perderá o direito à vaga; 
2) Aqueles que não puderem comparecer ao ato de matrícula deverão encaminhar procurador, munido de procuração simples (NÃO é necessário reconhecimento de firma) para entrega dos documentos no Polo (NÃO é permitido o encaminhamento dos documentos por correio). 


IMPORTANTE: Este pólo possui lista de espera, portanto, havendo inscrições não preenchidas haverá divulgação de 2º chamada em 26/10/2012 para matrícula em 29/10/2012 e, eventualmente, 3º chamada em 30/10/2012 para matrícula em 31/10/2012.


Mais informações podem ser obtidas no Polo da UAB – Jahu, de segunda a sexta-feira, das 18h às 22h, pelo telefone (14) 3622-5838.


Texto: Fernanda Élle
Imagem: Divulgação

19/10/12

Criatividade é marca de trabalhos de projeto de Educação Patrimonial

Em solenidade realizada na manhã de ontem, no Museu Municipal, foi realizada a abertura da III Exposição de Trabalhos do Projeto de Educação Patrimonial: Conhecer para Preservar, composta por painéis e instalações artísticas produzidos por alunos da 4ª série do Ensino Fundamental, de 14 escolas municipais (das 17 da rede municipal de ensino), com o auxílio de seus professores, notadamente os de Arte.

18/10/12

Escolas do Maria Luiza IV mesclam artes e conscientização em Dia das Crianças


A EMEI Profa. Merce Terezinha Santos e a   EMEF Prof. Antonio Waldomiro de Oliveira, do Maria Luiza IV, organizaram em comemoração ao Dia das Crianças palestras com profissionais de diferentes áreas para ampliar o conhecimento dos alunos na saúde, cultura e jurídica.
Profissionais voluntários que passaram por lá:
- dentistas Lidiane e Naiara, cuidados com dentes;
-  nutricionistas: Fabiana e Tatiana, alimente-se bem;
- conselheiros tutelares: Marivaldo e Ana Flávia, Direitos e deveres;
- alunos de enfermagem do SENAC com teatro e palestras sobre higiene básica;
- yoga com Camila Destro;
- artistas plásticas Rosa Grizo e Eloísa Ruiz, processo de criação;
- artista plástico Elias Gonzáles Biuê, processo de criação;
- bombeiros: Bruno e Henrique, conscientização sobre o uso do cerol, cuidados com fogos e riscos de queimada  (demonstração de equipamentos)
O encerramento foi com bolo, sorvete e muita alegria!














Texto e imagens: Professora Neli Bertoldi

Confira os locais de prova do vestibular Ead da UFSCar. Provas serão aplicadas no dia 21 de outubro


Os candidatos inscritos no vestibular de Educação a Distância (EaD) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) já podem consultar na internet os locais onde farão o exame no dia 21 de outubro. Ao todo, são 770 vagas para os cinco cursos gratuitos ofertados (veja abaixo) em polos de apoio presencial localizados nos municípios paulistas de Araras, Bálsamo, Barretos, Cubatão, Franca, Guarulhos, Itapetininga, Itapevi, Jales, Jahu, São Carlos, São José dos Campos e Tarumã. 

As provas serão aplicadas neste domingo, 21/10, para um total de 2,9 mil candidatos inscritos. Segundo a coordenação do polo da UAB-Jahu, polo local de apoio presencial da UFSCar, 256 pessoas concorrem às 50 vagas do curso de licenciatura em Pedagogia em prova de conhecimentos gerais, das 8h às 12h, e de redação, das 14h às 16h, na Etec Joaquim Ferreira do Amaral (Escola Industrial), localizada na rua Humaita, nº 1090, no centro de Jahu. 

A Fundação Vunesp, responsável pela realização do vestibular a distância da UFSCar, orienta para que o candidato compareça ao local da prova com antecedência mínima de uma hora em relação ao horário de início das provas. 

Outras informações podem ser obtidas na Fundação Vunesp pelo telefone (11) 3874-6300, das 8h às 20h, no Manual do Candidato, disponível no site da UFSCar (http://www.vestibular.ufscar.br) ou em contato com a Coordenadoria do Vestibular da UFSCar pelo telefone (16) 3351-8152 ou ainda com a coordenação do polo da UAB-Jahu pelo telefone (14) 3622-5838, das 18h às 22h. 


Cursos
Educação Musical, Engenharia Ambiental, Pedagogia, Sistemas de Informação e Tecnologia em Produção Sucroalcooleira são os cursos ofertados. No processo seletivo 40% das vagas são reservadas aos candidatos que tenham cursado o ensino médio integralmente em escolas da rede pública de ensino e, deste total, 35% são destinadas a candidatos que se autodeclararem como negros.


Cronograma Vestibular de Educação a distância da UFSCar

16/10/2012
Divulgação dos locais de provas / convocação para as provas exclusivamente pela internet no endereço eletrônico www.vunesp.com.br.
21/10/2012
das 8h às 12h
Prova de Conhecimentos Gerais
21/10/2012
das 14h às 16h
Prova de Redação
21/11/2012
Divulgação dos resultados e da lista geral de classificação por curso/polo.
Divulgação dos candidatos para matrícula em 1ª chamada.
22 e 23/11/2012
até às 17h do dia
23/11/2012
Manifestação de interesse pela vaga a ser efetuada por candidatos relacionados na lista geral de classificação por curso/polo, exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico www.vunesp.com.br.
24/11/2012
das 9 às 13h
Matrícula dos convocados em 1ª chamada, no respectivo polo de apoio
Presencial.
26/11/2012
Divulgação da lista de espera com a relação dos candidatos que manifestaram interesse pela vaga no período estabelecido neste calendário. A divulgação desta lista será feita exclusivamente pela internet no endereço eletrônico www.vunesp.com.br.
27/11/2012
Divulgação dos convocados para matrícula em 2ª chamada, de acordo com a lista de espera.
30/11/2012
das 14 às 21h
Matrícula dos convocados em 2ª chamada, no respectivo polo de apoio presencial.
04/12/2012
Divulgação dos convocados para matrícula em 3ª chamada, de acordo com a lista de espera.
07/12/2012
das 14 às 21h
Matrícula dos convocados em 3ª chamada, no respectivo polo de apoio presencial.
12/12/2012
Divulgação dos convocados para matrícula em 4ª chamada, de acordo com a lista de espera.
15/12/2012
das 9 às 13h
Matrícula dos convocados em 4ª chamada, no respectivo polo de apoio presencial.
15/12/2012 (sábado) das 9 às 13h
Confirmação PRESENCIAL OBRIGATÓRIA de matrícula.
Aula Inaugural no Polo de Apoio Presencial.



Texto: Fernanda Élle com informações da UFSCar.
Imagem: Divulgação

Ampliação do repertório motor é foco de projeto no CMEI Martha Vianna de Oliveira


No terceiro bimestre, desenvolvendo o projeto Primeira Educação Física no CMEI Martha Vianna de Oliveira, estivemos preocupados com as percepções (aprendizagens conceituais) das crianças sobre as vivências acerca da cultura de movimento, e principalmente com o desenvolvimento qualitativo e quantitativo do aspecto motor das crianças. Em outros termos, isso quer dizer que estimulamos as crianças a dominarem as aprendizagens motoras que já haviam aprendido no primeiro semestre, além de aprender novos movimentos e possibilidades corporais. É a ampliação do repertório motor! 
O desenvolvimento do repertório motor, se justifica pelo fato de as atividades humanas, sejam elas ações, expressões, manifestações de liberdade, prática para a saúde, e até a própria aprendizagem, se não dependem totalmente, certamente estão ligadas ao acervo motor aprendido, vivenciado e explorado por determinada criança (NISTA-PICCOLO e WEY MOREIRA, 2012).
Para tanto, desenvolvemos diferentes atividades de manejo de objetos, tais como: bolas, arcos, panos, cordas, bexigas, entre outros, além da manipulação de combinações entre os objetos. Realizamos também outras atividades que dispensam o uso de objetos, mas exigem o uso do corpo. Sendo assim, o próprio corpo torna-se meio de ação, objeto de reconhecimento e obstáculo aos demais colegas de turma, simultaneamente. Além disso, as crianças foram estimuladas ao desenvolvimento da percepção sobre as características de diferentes esportes (como os olímpicos), através de desenhos animados, e de vivências motoras. 
Não podemos deixar de citar que as atividades, apesar de terem propósitos semelhantes, foram aplicadas de maneiras diversificadas e consequentemente distintas em cada grupo de crianças, a fim de atender as particularidades de cada um em seu nível de desenvolvimento. Portanto, é observável nas imagens, que crianças do jardim II desenvolveram determinadas habilidades motoras a partir de jogos de regras simples, e crianças do maternal desenvolveram as mesmas habilidades (logicamente, não no mesmo nível), porém através de exercícios previamente desenhados. 
Uma característica comum a todas as aulas de Educação Física do terceiro bimestre, foi o desenvolvimento do trabalho educacional a partir da autonomia dos alunos. É consenso entre diferentes estudiosos, que toda atividade, por mais predeterminada que seja, sempre possibilita um determinado nível de poder para tomada de decisão de seus participantes. O poder para a tomada de decisão varia em cada atividade, podendo ser maior ou menor. Isso é o que chamamos de ensino aberto, sendo que quanto maior o nível de autonomia conferido aos participantes das atividades, mais aberto esteve o processo de ensino (HILDERBRANDT e LAGING, 2005). Para as sequências didáticas do projeto Primeira Educação Física, o nível de autonomia foi estabelecido, a partir da verificação da habilidade das crianças em criar e participar de brincadeiras em grupo grande (a turma toda), ou em grupos pequenos (em duplas, trios...). Dessa forma, o nível de autonomia foi aumentando gradativamente, a partir do desenvolvimento da autonomia, e a medida que as crianças apresentavam capacidade para lidar com a tal de autonomia. E favorecendo a iniciativa da imaginação e consequentemente da criação com as crianças, pudemos presenciar o prazer em brincar expressado pelas crianças, afinal [...] a imaginação é a mão da criatividade (ALVES, 1986, p. 83), e como bem disse Einstein... a imaginação é mais importante que a inteligência, pois a inteligência é limitada, enquanto a imaginação não tem limites. 
Notem nas imagens, que as atividades, quase que em sua totalidade, foram realizadas em grupos, onde as crianças foram estimulas à percepção do "outro", ou seja, levados a iniciar suas representações acerca dos princípios éticos e morais que compõem o pilar da educação que chamamos de "aprender a conviver". Neste contexto, podemos dizer que o prazer não surgiu somente da autonomia atribuída as crianças, mas também da participação nas atividades com o "outro". Prazer que é primordial para a aprendizagem, pois: [...] o prazer é o princípio determinante da vida da criança: e mais, o brincar não produz objetivos, mas proporciona prazer. O brincar, enquanto atividade que tem o seu fim em si mesma, é nada menos que a expressão dessa busca fundamental do prazer (ALVES, 1986, p. 96).

Prof. Ms. Ademir Testa Junior

15/10/12

Projeto de Educação Patrimonial expõe trabalhos no Museu


Com o objetivo de despertar a sensibilidade da criança para o conhecimento histórico da cidade, buscando o desenvolvimento de formação de identidade e cidadania, a Secretaria Municipal de Educação, com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, promove pelo terceiro ano consecutivo a exposição dos trabalhos do projeto "Educação Patrimonial: Conhecer para Preservar". A exposição, que terá abertura solene no dia 18 de outubro, às 10h, no Museu Municipal, apresentará os trabalhos das escolas que participaram das atividades do projeto no decorrer do ano e poderá ser visitada durante um mês.
A iniciativa, dirigida aos alunos do 4º ano das escolas municipais, é coordenada pela professora Maria Luisa (Malu) Assis Toledo Pelegrina, com a supervisão do professor Guilherme Eduardo Almeida Prado de Castro Valente. Segundo explica Valente, o objetivo principal do projeto “é divulgar principalmente o patrimônio edificado do município  por  meio de atividades ministradas pelos professores da Rede Municipal de Ensino, favorecendo o conhecimento por parte do jovem da paisagem urbana construída ao longo dos anos, a atribuição de simbolismo emocional e a apropriação do patrimônio histórico”.
Em sua terceira edição, o projeto foi ampliado e, de acordo conta Malu, passou a abordar além de aspectos do patrimônio material, como construções e monumentos, o patrimônio imaterial. Este último representado pela culinária local. 
Outra novidade desta edição foi o estudo do entorno da escola como ponto de referência para os alunos reconhecerem o bairro como parte do patrimônio cultural local. Desta maneira o patrimônio histórico da área central da cidade se relaciona ao desenvolvimento e realidade dos bairros. 
Para o Secretário Municipal de Educação, Orivaldo Candarolla, o balanço do projeto é bastante positivo. “Nesses últimos três anos, o projeto de  Educação Patrimonial atingiu cerca de 5 mil alunos da rede pública municipal, ampliando o conhecimento das crianças sobre Jahu e contribuindo para a preservação de seu patrimônio, assim como para a formação de uma relação de identidade e de afeto por parte das crianças em relação ao município e sua história”, diz o Secretário. 


III EXPOSIÇÃO DE TRABALHOS DO PROJETO “EDUCAÇÃO PATRIMONIAL: CONHECER PARA PRESERVAR”
Período Exposição: 18/10 a 18/11/2012
Abertura: 18 de outubro, às 10h
Local: Museu Municipal de Jahu - Av. João Ferraz Neto, 201


Texto e imagem: Fernanda Élle

08/10/12

Polo da UAB-Jahu inscreve para curso de Educação Ambiental da UNIFESP até 17/10


Mais um curso voltado para a formação de professores terá início no polo da Universidade Aberta do Brasil - UAB em Jahu. Trata-se do curso de aperfeiçoamento em Educação Ambiental, oferecido pela Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP. 
O curso, gratuito, que será ministrado totalmente na modalidade a distância, objetiva a formação de profissionais capazes de atuar de forma crítica e em busca de soluções ambientais sustentáveis na escola e na comunidade. De acordo com a coordenadora do polo da UAB-Jahu, Sônia Maria Merchan Ferraz, o curso está estruturado em cinco módulos em que os estudantes interagem com professores e tutores por meio de um ambiente virtual de aprendizagem, num total de 180 horas e duração de 5 meses. “O curso está organizado em eixos centrais de estudo, como introdução aos conceitos de Educação a Distância e Educação Ambiental, políticas estruturantes da Educação Ambiental, mudanças climáticas globais, biodiversidade, energia e mobilidade, entre outros, e contará também com um módulo especial para o desenvolvimento de seminários que serão realizados presencialmente no polo ao final do curso”, diz ela. 
O prazo para a realização das inscrições gratuitas, que inicialmente era até o dia 10, foi prorrogado até o dia 17 de outubro* pelo site da Pró Reitoria de Extensão da UNIFESP. Qualquer pessoa pode se inscrever, mas a universidade dará preferência a professores do segundo ciclo do Ensino Fudamental da rede Pública Estadual e Municipal, com nível superior, por se tratarem de vagas remanescentes de oferta de 60 vagas inicialmente feita aos professores da rede pública de ensino pelo Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica – PARFOR via Plataforma Freire. A seleção será feita por meio de análise de currículo profissional.
A UNIFESP também está oferecendo o curso nos polos da UAB dos municípios paulistas de Araras, Cubatão, Guarulhos, Itapevi, São Carlos, São José dos Campos, Diadema, Itapecerica da Serra, Itapetininga, Santa Isabel e Serrana.

Cronograma Curso Educação Ambiental UNIFESP/UAB-JAHU*
Inscrições:
02/10/2012 a 10/10/2012
Seleção:
15/10/2012 a 19/10/2012
Divulgação da seleção:
22/10/2012
Matrículas nos polos: 
23/10/2012 a 25/10/2012
Início do curso:
05/11/2012
Término do curso:
04/05/2013
* Datas sujeitas a alterações pela UNIFESP.

Mais informações podem ser obtidas no site oficial do curso no Portal da UAB/UNIFESP, pelo e-mail educacaoambiental.uab@unifesp.br  ou no polo da Universidade Aberta do Brasil – UAB Jahu, na Rua Quintino Bocaiúva, 532 (Espaço Pedagógico Profa. Kátia Pascolat Domeniconi), Centro, Jahu – SP. Tel.: (14) 3622-5838.

Saiba mais sobre a UAB

Criado pelo Ministério da Educação em 2005, o Sistema Universidade Aberta do Brasil - UAB tem como prioridade a formação de professores para a Educação Básica. Para atingir esse objetivo central, a UAB realiza ampla articulação entre instituições públicas de ensino superior, estados e municípios brasileiros para promover, através da metodologia da educação à distância, acesso ao ensino superior. Por esse sistema, o Ministério da Educação, as universidades públicas e os municípios assumem os seguintes papéis:
A universidade pública é responsável pela elaboração, implantação e acompanhamento do projeto pedagógico dos cursos de graduação na modalidade de EAD. Suas principais funções nesta parceria  são: o planejamento didático-pedagógico de cada curso na modalidade de educação a distância, a criação e manutenção de infraestrutura para o desenvolvimento e avaliação dos cursos, a elaboração dos conteúdos das disciplinas e a coordenação do acompanhamento acadêmico dos alunos, promovido pelas tutorias virtual e presencial; 
A prefeitura do município que sedia o polo de apoio presencial é responsável pela manutenção do polo em sua estrutura física e pelos recursos humanos e materiais alocados no ambiente de estudos do polo. O município é responsável também por estabelecer uma grade de horários de funcionamento do polo, atendendo às necessidades acadêmicas dos alunos e permitindo-lhes a organização adequada das suas agendas para execução das atividades presenciais em diferentes dias e horários.
O Polo de apoio presencial é um local estruturado de modo a atender adequadamente os estudantes de cursos de graduação na modalidade de educação a distância. Neste local, o estudante terá acesso à biblioteca, sala de estudos, laboratório de informática com computadores e conexão à internet (para acessar os materiais das disciplinas disponíveis virtualmente). Também no polo, os estudantes recebem atendimento de tutores presenciais, assistem aulas via webconferência, realizam práticas de laboratórios, atividades avaliativas e demais atividades pedagógicas (obrigatórias ou não) compatíveis com as necessidades do curso, propostas pelos professores de cada disciplina. Em síntese, o Polo de Apoio Presencial é o “braço operacional” da universidade na cidade escolhida pelo estudante para realizar suas atividades presenciais semanais;
O Ministério da Educação - MEC gerencia e organiza o sistema UAB, por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior – CAPES, oferecendo suporte operacional e financeiro para garantia da oferta de ensino superior público gratuito e de qualidade.

Polo da UAB - Jahu
Mantido pela Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria Municipal de Educação, o polo local da UAB funciona desde 2009 nas dependências do Espaço Pedagógico "Profa. Kátia Pascolat Domeniconi", oferecendo os mais diversos cursos gratuitos e atualização ou aperfeiçoamento, graduação e especialização à comunidade de Jahu e região, como:
Gênero e Diversidade na Escola (aperfeiçoamento)/UNESP (duas turmas concluídas 2009-2010 e uma aguardando início pela universidade);
Gestão em Saúde (especialização)/UNESP (1 turma concluída 2010/2011);
Especialização em Ensino de Ciências (especialização)/UTFPR (duas turmas concluídas 2009/2010 e 2010/2011);
Educação: Métodos e Técnicas de Ensino (especialização)/UTFPR (1 turma concluída 2010/2011);
Administração Pública (graduação)/UEPG (1ª turma em andamento 2010/2013);
Gestão Pública (especialização)/UEPG (1 turma concluída 2010/2011);
Educação Física Escolar (especialização)/UEPG (1 turma concluída 2009/2010);
Educação Matemática: Dimensões Teórico-práticas (especialização)/UEPG (1 turma concluída 2009/2010);
Pedagogia (graduação)/UFSCar (em processo seletivo para o ingresso de alunos – turma 2013/2016);
Educação Ambiental (aperfeiçoamento)/UNIFESP (em processo seletivo para o ingresso de alunos – turma 2012/2013).

* Post atualizado em 08/10/2012, às 20h14min.

Texto: Fernanda Élle
Imagem: UNIFESP