15/05/2012

Projeto Coração que Bate e Sente: cursos e oficinas atraem crianças e familiares no Maria Luiza IV

Educação e solidariedade. Estas duas palavras definem o espírito do projeto Coração Que Bate e Sente, que há três anos funciona no Jardim Maria Luiza IV.

A sede do projeto, localizada em um dos bairros mais carentes de Jahu, já virou ponto de encontro dos alunos e de seus familiares, que frequentam as diversas atividades oferecidas. De acordo com a coordenadora do projeto, a pedagoga Ana Maria Sachetto, são desenvolvidos cursos  e oficinas de artesanato em couro, tricô, crochê, fuxico, manicure, além de atividades recreativas com as crianças e do reforço escolar, a maioria deles oferecida com o apoio de voluntários. 


"Vimos que muitos dos problemas escolares das crianças que frequentam o projeto estavam relacionados com questão familiares. Então, pensamos em um jeito de trazer as famílias, principalmente as mães, para participarem do nosso projeto. Assim, aproveitamos o tempo em que elas estão no curso, se capacitando inclusive para ter uma fonte de renda alternativa e ajudar no orçamento familiar, para falarmos sobre a importância do estudo, da necessidade delas acompanharem melhor a vida escolar dos filhos, e os resultados desse trabalho têm sido bastante positivos", ela diz, satisfeita. "É muito gratificante ver a mudança de atitude das pessoas perante a vida, sejam as crianças que passam a ter um desempenho melhor na escola ou as mãezinhas que passam a acreditar no potencial que têm para conquistar uma vida melhor, trabalhando dignamente".

Além dos voluntários e do apoio da Secretaria Municipal de Educação, o projeto vem firmando parcerias com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo para a realização de cursos e oficinas no local, como teatro e desenho, e também conta com a doação de materiais de vários empresários e pessoas simpáticas ao projeto na cidade.

Clique aqui saber mais e acessar o blog do projeto Coração Que Bate e Sente.

Veja abaixo algumas fotos de atividades realizadas recentemente:






Texto: Fernanda Élle/SME-Jahu
Imagens: Divulgação/Projeto Coração que Bate e Sente

2 comentários:

  1. Olá pessoal do Educajaú!
    Achamos muito interessante este blog. Realmente, a necessidade de aproximar a família da escola é imediata. Uma outra maneira de fazer isto é utilizar o Jornal Escolar, um recurso pedagógico que ajuda no aprendizado dos alunos e que envolve família e escola. Sugerimos que visitem o Portal do Jornal Escolar (www.jornalescolar.org.br), um espaço onde vocês encontrarão materiais para ajudar os educadores a trabalhar o jornal com seus alunos. Caso se interessem, entrem em contato conosco.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, sugestão ou crítica sobre este assunto: